Fígado de boi: aprenda como fazer essa proteína

Além de muito nutritiva, essa carne pode ficar saborosa.

Esse é um tipo de carne que gera muita polêmica, bem daquele tipo ame ou odeie. Mas a verdade é que o fígado de boi é uma carne altamente nutritiva e recentemente foi incluída na lista dos superalimentos, aqueles alimentos que proporcionam muitos benefícios para a saúde de quem os consomem.

O fígado de boi vem sendo considerado um superalimento.

O fígado é um alimento muito nutritivo, por isso não pode ficar de fora do cardápio. (Foto: Divulgação)

O fígado de boi, além de ser muito saboroso também é rico em vitaminas e muitos outros compostos que trazem benefícios à saúde. É essencialmente importante para crianças, gestantes e pessoas anêmicas.

Benefícios do fígado de boi

As principais vitaminas presentes no fígado de boi são A, B12, B5, B6 e C, além disso, também são encontrados em abundância o folato (ácido fólico), cobre, riboflavina, selênio e o zinco. Uma das maiores características do dessa carne é a grande oferta de proteína, já que em 100 gramas do alimento cerca de 50% da necessidade diária de proteína é consumida.

Como escolher o melhor bife de fígado de boi

Quando chegamos ao supermercado ou ao açougue nos deparamos com tantas opções de carnes que muitas vezes acabamos deixando de lado esse super alimento. A pouca prática leva ao baixo conhecimento para escolher o melhor pedaço e também quanto ao preparo. Mas vamos resolver isso.

A primeira dica para escolher o fígado de boi é passar longe das carnes congeladas. Nesse caso, na verdade em todos os casos, as carnes frescas são a melhor opção, já que ao descongelar o alimento perde muitos nutrientes e pode sofrer alterações no sabor.

Entre as carnes frescas, para escolher o melhor, você pode pressionar com um dedo o pedaço escolhido. Se o formato do dedo permanecer por um breve tempo é porque ela está fresca e macia, mas se você sentir dificuldade em apertá-la, significa que ela está dura e você não deve comprá-la.

A cor da carne também é um ótimo indício sobre o frescor. O ideal é que ela tenha cor semelhante ao vermelho cereja. Tons diferentes podem significar má qualidade da carne. Ela deve também ter aspecto liso e brilhante.

Como preparar o fígado de boi

Existem alguns segredos para preparar essa carne. (Foto: Divulgação)

Se você é da turma que não gosta de comer fígado de boi porque acha que é duro, borrachudo e com gosto forte, saiba que não precisa ser desse jeito. Quando bem preparado essa carne se torna macia e muito saborosa. Mas existem alguns segredos de preparo para alcançar esse resultado.

  • Suco de laranja: deixar os bifes de fígado de boi de molho no suco de laranja natural (nada de sucos artificiais, tá) por uns 10 minutos ajuda a retirar a acidez da carne e evita que ela resseque durante a fritura.
  • Leite de vaca: se você umedecer a carne com uma colher (de sopa) de leite de vaca evita também que a carne endureça depois de fritar. E não precisa se preocupar que a sua carne não vai ficar com gosto de leite, mas vai retirar um pouco do sabor forte da carne.

Não se esqueça de tirar os nervos e a pele ao redor do bife de fígado de boi, se você deixá-los ele vai endurecer. Uma dica legal para retirar a pele com mais facilidade é bater levemente com o cabo de uma faca sobre ela.

Não use vinagre ou limão na carne de fígado de boi para evitar que ela fique dura e borrachuda. Evite também fritar muito os bifes. Use uma panela quente e com pouco óleo para garantir a maciez.

Comente